Advogada está em isolamento em Teresina-PI, sob suspeita de Covid-19

Advogada está em isolamento em Teresina-PI, sob suspeita de Covid-19

A advogada, Ouvidora Geral e Conselheira Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Piauí (OAB-PI), Élida Fabrícia,  está internada e em isolamento em um hospital particular de Teresina, sob suspeita do novo Coronavírus, após participar de um evento nacional em Fortaleza (CE), no início deste mês, no qual uma conselheira que participava do evento testou positivo para o COVID-19.

Segundo as informações, Élida apresenta alguns sintomas da doença, como falta de ar, tosse, dor de garganta e febre alta. A advogada está esperando os resultados, que só ficarão prontos em torno de 7 dias. 

A Presidente da Caixa de Assistência da Advocacia Piauiense, a advogada Andréia Araújo, também está sob suspeita do coronavírus. Ela se encontra em internação domiciliar na cidade de Brasília desde a última sexta-feira (13/03). 

Segundo a própria advogada, seus exames estavam previstos para a tarde de segunda-feira (16), no entanto, não houve a real confirmação do prazo de entrega do resultado. “Então vamos aguardar mais um pouquinho, pois no HRAN me deram nova previsão para hoje. Ainda sigo com sintomas como dor do corpo, dor de cabeça, olhos coçando muito, um pouco inchados e lacrimejando, tosse e falta de ar diminuíram de ontem a noite para agora. Até os resultados saírem, vamos crer ser só mais uma crise alérgica”, disse Andréia Araújo, em suas redes sociais. 

Fake News

A advogada eleitoralista foi vítima de uma notícia falsa, de que ela teria confirmado a contaminação pelo COVID-19 em Brasília. Segundo ela, em nenhum momento foi procurada para falar sobre o assunto. “Afirmo que a melhor forma de combater o coronavírus é, além de não divulgar fakenews, procurar respeitar as orientações das autoridades médicas brasileiras, a principal delas é manter a calma, não se dirigir ao hospital sem necessidade, quando não tem nenhum sintoma, e manter-se em casa quando possível”, escreveu. Ela ainda agradeceu as mensagens de apoio e orações que recebeu de seus amigos, seguidores e familiares.

Quem também foi vítima de fake news nos últimos dias foi a Vice-Presidente da OAB Piauí, Alynne Patricio. A informação que circulou é que ela seria o segundo caso confirmado de coronavírus no Piauí. Ela também estava presente em uma conferência nacional em Fortaleza. “Fiz os meus exames preventivos porque estava na conferência nacional da mulher Advogada em Fortaleza, na qual uma conselheira foi testada para positivo e eu nem sequer tive contato com ela durante o evento”, disse ela em sua conta oficial no Instagram.

Alynne Patricio está isolamento sob recomendação médica e também aguarda os resultados finais de seus exames. A Defensora Pública lamentou ainda na mesma publicação a propagação de notícias falsas, e que a prioridade é a contenção do COVID-19. “A preocupação agora é agirmos com responsabilidade para contermos essa pandemia. As fake news só atrapalham. Quem precisar da minha ajuda estou à disposição para esclarecimentos sobre como fazer os testes e se prevenir. E antes de propagarem qualquer coisa sugiro que chequem comigo primeiro. Vamos superar tudo isso com positividade e altivez!! Mais uma vez obrigada pela solidariedade de todos”, finaliza. 

Da redação: As informações são do Meio Norte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.