Bombeiros e equipes do governo apoiam famílias prejudicadas pelas chuvas no Maranhão

Bombeiros e equipes do governo apoiam famílias prejudicadas pelas chuvas no Maranhão

O litoral norte do Nordeste, em especial o Maranhão, vem sofrendo com a forte atuação da Zona de Convergência Intertropical que tem elevado o volume de chuvas no estado desde o início de março. Para amenizar o efeito das grandes precipitações, o Corpo de Bombeiros e equipes do Governo têm trabalhado no apoio as famílias prejudicadas, em cidades como Imperatriz, Trizidela do Vale, Pedreiras e Codó.

Na noite de domingo (15/03), a guarnição que estava de serviço e mais de 20 bombeiros militares que se encontravam de folga atuaram nos vários pontos de alagamento em cerca de 15 bairros da cidade de Imperatriz. Foram atendidas cerca de 70 famílias, sendo as cerca de 280 pessoas resgatadas conduzidas para a casa de parentes e hotéis da cidade.

Em Trizidela do Vale e Pedreiras, famílias ribeirinhas foram retiradas de locais de risco por equipes da 13ª CIBM (Companhia Independente Bombeiro Militar) ainda na noite de domingo. Na cidade de Codó, a alta do Rio Itapecuru também causou alagamentos e 12 famílias precisaram ser retiradas de suas casas.

Chuvas acima do normal

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), março é época de chuva no Maranhão e o sul do estado vem tendo pancadas regulares e muitas vezes com moderada a forte intensidade.

Várias áreas no sul maranhense acumularam de 200 a 250 mm de chuva em 15 dias, como se verifica na região de Carolina, Colinas, Balsas e Alto Paranaíba. Imperatriz vem tendo um março excepcionalmente mais chuvoso.

Pela medição da estação meteorológica automática do INMET, a cidade acumulou cerca de 710 mm de chuva, mais do que o dobro da média de chuva para o mês, que é de cerca de 300 mm.

Em São Luís, o total de chuva acumulado em 15 dias já é de 90% da média de chuva normal para todo o mês de março, já que choveu cerca de 415 mm neste período e a média é 462 mm.

A previsão do INMET é que as precipitações continuem em alto volume no Maranhão. A Zona de Convergência Intertropical continua muito ativa e as pancadas de chuva seguem frequentes.

Da redação: As informações são do Central de Notícias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.