Cobra de 4 metros é decapitada e gera polêmica em cidade no Piauí

Cobra de 4 metros é decapitada e gera polêmica em cidade no Piauí

Com a invasão do ser humano ao habitat dos animais silvestres, ou com a chegada das chuvas, os animais tendem a procurar abrigo ou alimentos no perímetro urbano.

Na tarde de quinta-feira (13), os moradores do município de São Miguel do Tapuio, na região  Norte do Piauí, encontraram uma cobra cascavel de quase quatro metros no povoado São Vicente, zona rural da cidade.

O animal foi decapitado e o caso acabou gerando grande repercussão nas redes sociais.

De acordo com o jornalista Filipe Germano, a população do município ficou impressionada com o tamanho do cobra e compartilhou a imagem de um morador segurando a cobra que foi morta com golpes de madeira na cabeça.

A cascavel Possui um chocalho na extremidade da cauda. Alimenta-se de pequenos roedores. A reprodução é vivípara e ocorre no período de novembro a fevereiro. È venenosa. As Cascavéis são perigosas, mas não agressivas e fogem rapidamente quando avistadas. A espécie encontrada no Brasil possui veneno neurotóxico, que atua no sistema nervoso e faz com que a vítima tenha dificuldades de locomoção e respiração. Diferente de seus parentes da América do Norte, que possuem propriedades proteolíticas (necrosante).

Importante destacar que praticar o ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é Crime Ambiental sob pena de detenção, de três meses a um ano, e multa.

Informações MN.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.