Detentos com Covid-19 atacam policiais em tentativa de fuga na Unidade de Apoio Prisional de Altos (PI)

Detentos com Covid-19 atacam policiais em tentativa de fuga na Unidade de Apoio Prisional de Altos (PI)

Dois detentdos idenificados como Lucas de Sousa dos Santos e Sérgio Murilo tentaram atacar policiais penais usando uma foice, na Unidade de Apoio Prisional de Altos (35 km de Teresina), na noite do último sábado (4/7). Os dois presos estão no local, antes chamado de hospital penitenciário, pois estão com Covid-19 e queriam fugir da unidade. A Secretaria de Justiça informou que um dos presos ficou ferido e recebeu atendimento médico.

O segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), um dos presos conseguiu arrombar a cela onde estava isolado e entrou em uma sala de apoio do local, onde ficam materiais de manutenção e limpeza, incluindo foices e enxadas. A Sejus confirmou a informação.

Um vídeo gravado pelos agentes mostra momentos depois da contenção dos dois detentos doentes que atacaram os policiais penais. Um deles ficou sentado e o outro, deitado. Questionados sobre o que motivou a ação, um deles diz que queria ajudar outros presos para fugir, porque no local são tratados “como animais”.

Em nota, a Sejus informou que o preso recebeu atendimento médico. Confira:

NOTA

A Gerência da Unidade de Apoio Prisional informa que dois detentos tentaram fugir na madruga deste domingo (5). No entanto, em ação rápida, os policiais penais da unidade abortaram a tentativa. Um dos presos que tentou fugir conseguiu ter acesso ao local onde são guardadas as ferramentas de manutenção da unidade e, quando armado com uma foice, foi alvejado por um policial penal. O interno Lucas de Sousa dos Santos foi encaminhado, em seguida, ao Hospital de Urgências de Teresina.

As informações são do Meio Norte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.