Estudantes do Piauí têm o melhor desempenho do país no exame da OAB

Estudantes do Piauí têm o melhor desempenho do país no exame da OAB

A Ordem dos Advogados do Piauí, Seccional do Piauí, desde a unificação da prova em 2010, atingiu a sua maior aprovação nesse formato na realização de seus exames. Ao todo, 28% dos inscritos do Piauí conseguiram êxito nas duas fases.

O feito ocorreu no 33º Exame da Ordem Unificado (EOU) realizado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) no dia 17 de outubro de 2021 (primeira fase) e no dia 12 de dezembro de 2021 (segunda fase).

O percentual de provação corresponde a 915 candidatos dentre um total de 3.217 inscritos que realizaram a prova e supera as últimas duas edições da prova, quando ambas as taxas de aprovação foram de 18%.

“Esperamos que nos próximos Exames de Ordem esse índice se mantenha, a fim de que se possa efetivamente aferir a melhor qualidade dos bacharéis em Direito que se submetem ao Exame de Ordem”, afirma Celso Barros Coelho Neto, Coordenador Nacional do Exame de Ordem.

O presidente da Comissão de Valorização dos Honorários Advocatícios, Einstein Sepúlveda, destacou a determinação dos estudantes piauienses. “Ser aprovado (a) na OAB é a realização de um sonho para a grande maioria dos estudantes. Isso só mostra o quanto temos qualidade nos nossos cursos de Direito no Estado e o quanto existe perseverança por parte dos examinandos piauienses”, mencionou.

CONTRIBUIÇÕES DAS AÇÕES DA OAB- PI

O presidente da Comissão do Exame da Ordem da OAB-PI, Francisco Santiago, revelou alguns dados que explicam esse número crescente de aprovação. “O índice elevado de aprovação no XXXIII Exame de Ordem Unificado reflete, em primeira análise, o aumento do compromisso das academias de Direito com um ensino de qualidade. É mérito de todos os agentes envolvidos no processo de ensino e aprendizagem”, disse.

Projetos como o “Curso de Iniciação ao Estágio”, oficinas protagonizadas pela Escola Superior de Advocacia do Piauí e a presença da OAB nas instituições de ensino superior cultivam a paixão pela advocacia, o propósito da aprovação e estimulam ainda mais o compromisso com o estudo.

“Cabe a nós conferir honra a quem tem honra, razão pela qual parabenizo efusivamente a advogada Raissa Mota, ex-presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem. Assim como, o advogado Rafael Cortez, presidente da Comissão OAB na Universidade, suas respectivas equipes de trabalho, os professores (essência das instituições de ensino) e os alunos, principais responsáveis por esta expressiva conquista”, declarou Francisco Santiago.

As informações são do Meio Norte

Deixe uma resposta