Preso casal suspeito de participar do latrocínio contra os pais de Cleber Verde

Preso casal suspeito de participar do latrocínio contra os pais de Cleber Verde

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) informou que foram presos no domingo (19/07), um casal suspeito de participar do latrocínio dos pais do deputado federal Cléber Verde (Republicanos), em uma fazenda no interior do Maranhão na terça-feira (14/07). A prisão foi realizada na zona rural do município de Turiaçu, a 154 km de São Luís.

Após a prisão, o casal foi levado para a delegacia para prestar depoimento. Segundo a polícia, o caso ainda continua em investigação pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) e ainda não foi descartado o envolvimento de mais pessoas no crime.

Na sexta-feira (17/07), um adolescente de 19 anos, que confessou a participação no crime foi preso pela polícia em uma casa no bairro Araçagy, localizado no município de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. No momento da prisão, o homem estava na companhia de uma mulher.

Inicialmente, ambos informaram à polícia que eram do município de Cândido Mendes e não tinham conhecimento do crime. Após uma triagem, a polícia constatou que o homem era ligado a um dos suspeitos do crime.

Em seguida, o suspeito confessou que participou do latrocínio e que havia sido convidado para participar do assalto na fazenda Boa Vista. O convite foi feito por Fábio Cardoso, o ‘Fabinho’, que morreu em um confronto com a polícia horas após o crime.

O duplo homicídio

O crime aconteceu no fim da tarde de terça-feira (14/07). A mãe e o pai do deputado federal Cléber Verde (Republicanos) estavam sozinhos na fazenda em que moram, em Turiaçu, quando foram mortos.

Graça Cordeiro Mendes tinha 70 anos e foi morta dentro da fazenda com golpes de arma branca e pauladas. Já o pai do deputado, Jesuíno Cordeiro Mendes, foi morto a tiros e arma branca. O corpo dele foi encontrado na manhã de quarta (15), em uma área de matagal.

“A mãe morreu no interior da residência. Já o pai se encontrava trabalhando em uma cerca, fazendo reparos, quando deve ter ouvido barulhos e tentou se aproximar da casa e, certamente, foi atingido e tentou fugir da ação dos criminosos, caindo em uma área de matagal. Sendo encontrado já no dia de hoje”, explicou o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela.

As informações são da Central de noticias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.